Tuesday, March 10, 2009

A Animation Mentor´s Son


Pois é galera. Mas um ano de trabalho e esperanças para muitos, mas principalmente para os novos brasucas que começaram 2009 com um papelzinho diferente nas mãos, o diploma de um dos cursos de animação mais cotados do momento, o Animation Mentor. Fico feliz por conhecer alguns nomes dessa nova casta - que não posso dizer que é nacional, por que niguém faz um curso desse para ficar quebrando pedra por aqui, o mercado brasileiro nem sabe o que fazer com isso (mas isso é uma revolta política pessoal). 

Mas em particular, hoje escrevo sobre um grande amigo, Wagner Freitas (MASTER!!, como eu o chamo). E que pude acompanhar a jornada dele de perto, desde a tomada de decisão, até seu final filme - para mim um prazer inenarrável.
video

Depois de voltar do Canadá formado pela Vancouver Film School(que seria suficiente para muitos. Mas não no mercado brasileiro, que não liga a mínima pra isso), ficou uns bons anos acorrentado nos grilhões Globais, com suspiros de alegria ao participar intensamente dos filmes da Multi Rio - grande sucesso no meio de animação do Brasil e no mundo (pontualmente) - com a série "Juro que vi" e as "Cantigas de Roda". Maravilhosos trabalhos, ícones no Brasil hoje em dia.
Mas agora, com o círculo se fechando, ele já se sente pronto para alçar voôs maiores. Wagner, como muitos outros amigos , carimbam o passaporte para o sucesso.


Espero muito (mas sem acreditar a curto prazo), que as empresas de entretenimento áudio-visual brasileiras, aprendam com o erro de não terem visão e vontade de mudança, ao perderem profissionais desse calibre.
Boa Sorte a todos os AMs que estam ganhando o mundo!
E MASTER, cai matando!!!
video

Monday, March 9, 2009

CORALINE


Estava sentado na confortável poltrona do cinemark, com meu grande amigo Piolla e sua filha Julia, que estava ali por acaso acompanhando agente, quando começa o filme. Cara! Eu já sabia que era Stop Motion! Mas nas primeiras cenas eu e Piolla ficamos fazendo várias conciderações, se era mesmo stop motion ou era 3D imitando. A fluidez dos movimentos me encantaram. 
O negócio tava tão bom, que nítidamente, eles resolveram deixar algumas cenas um pouco mais flicadas só denunciar mais a técnica utilizada. Coisas de um romantismo purista.

O Design dos Personagens, também estão arrebentando. Esse visual de linha solta e descompromissadas, que já permeia os filmes de terror infatil, como o "Noiva Cadáver", ganhou uma sutileza a mais em Coraline.

Desde "Estranho  Mundo de Jack" e bem mais tarde "Fulga das Galinhas" o stop motion ganhou, cada vez mais, respeito no cenário cinematográfico. Todos foram grandes sucesso, tanto mercadológicamente falando, quanto tecnicamente. Agora a Ardman sai de cena e entra o estúdio Laika House, que chega tirando onda!

Surpreendente!!